';
side-area-logo
Home // Museu Virtual // Jarrinha

Pequeno recipiente destinado a levar à mesa, de Bordo fino. Colo troncocónico invertido com duas asas verticais. Bojo piriforme com base côncava e circular e acabamento a brunido. A cultura da vinha estava também bastante enraizada na cultura montemorense sendo conhecidas vinhas num dos termos da vila de Montemor no século XV. O vinho assumia um papel fundamental no dia-a-dia das pessoas, meado de água, levando a que cada membro das classes mais baixas consumisse, em média, 1 a 2 litros de vinho por dia. O número de jarros, jarrinhas e bilhas encontrados nas escavações arqueológicas evidenciam-nos este consumo intensivo de líquidos/vinho. À mesa eram usados para beber o vinho ou a água púcaros e copos de cerâmica, visto que os de metal, aparentemente não seriam ao gosto dos peninsulares.
Mais do Museu Virtual