';
side-area-logo

Jarrinha

Pequeno recipiente destinado a levar à mesa, de Bordo fino. Colo troncocónico invertido com duas asas verticais. Bojo piriforme com base côncava e circular e acabamento a brunido.

SOBRE

O Museu Virtual é uma nova componente da Morbase 2.0, em parceria com o Sketchfab, que integra diretamente na página da Morbase a biblioteca de modelos 3D que até agora apenas eram disponibilizados no canal do Sketchfab.

Esta novidade na nossa página permite que, sem sair do site da Morbase, os modelos 3D sejam visualizados na sua plenitude, integrados no contexto para o qual foram produzidos.

Artboard 1
Arco Medieval na Rua D. Vasco

Após o convite do proprietário, o Serviço de Património do Município deslocou-se a uma obra em curso no centro histórico

Ver
Cisterna

Levantamento fotogramétrico de teste de Cisterna

Ver
Câmara de dormir do Alcaide

Uma visão isométrica sobre a divisão da “câmara de dormir” da reconstrução virtual do Paço

Ver
Cela do Convento da Saudação

Esta é uma cela do Convento de Nossa Senhora da Saudação em Montemor-o-Novo

Ver
Brasão do Rei D. Manuel – Casa da Guarda

Este brasão de D. Manuel encontra-se por cima do portal de entrada na Casa da Guarda do Castelo

Ver
Brasão de Montemor-o-Novo

Brasão presente no Chafariz da Horta do Pocinho

Ver
Imposta Visigótica

Imposta reutilizada na Igreja de São João Baptista, na sua antiga porta do alçado Sul.

Ver
Porta Medieval da Igreja de São João Baptista

Portal de arco quebrado pertencente à Igreja de São João Baptista, situada no Castelo de Montemor-o-Novo.

Ver
Sala do Capítulo do Convento da Saudação

Situada no piso inferior do claustro do Convento de Nossa Senhora da Saudação, em Montemor-o-Novo

Ver
Capela de Nossa Senhora da Boa Morte

Capela do piso térreo do claustro do Convento de Nossa Senhora da Saudação

Ver
Livro de 1739 do Concílio de Trento

Integrado na biblioteca do Grupo dos Amigos de Montemor-o-Novo

Ver
Epígrafe Romana

Epígrafe romana em mármore, colocada actualmente em frente ao edifício da actual Câmara

Ver
Anta do Paço 1

Classificada como monumento nacional desde 1936

Ver
Menir do Tojal

O menir do Tojal encontrado por Manuel Calado em trabalhos de prospecção arqueológica

Ver
Anta do Deserto

Levantamento fotogramétrico de pequena sepultura megalítica, com dez esteios

Ver
Torso de São Miguel Arcanjo

Peça em marfim incorporada no Museu do Grupo dos Amigos de Montemor-o-Novo

Ver
Sondagem Arqueológica na antiga Rua do Bispo

Durante o mês de Novembro de 2016 foram abertas 11 sondagens arqueológicas no Castelo de Montemor-o-Novo. O Objectivo desta intervenção era perceber o estado de conservação das antigas calçadas da

Ver
Máscara

Peça curiosa, possivelmente produzida com molde, de propósitos lúdicos ou de mera recriação artística do oleiro. Dois dos elementos da face, o olho e os dentes, são caracterizados com dois

Ver
Torre de Roca

Proveniente das escavações arqueológicas do Castelo de Montemor-o-Novo, esta peça é uma Torre de roca – elemento essencial essencial no processo de fiação e que funciona como suporte da rama

Ver
Fragmento de Almofariz

Fragmento de almofariz em mármore de coloração esbranquiçada, com uma pega, bordo vertical, base circular e plana. Peça descoberta nas escavações arqueológicas do Castelo de Montemor-o-Novo em 2004.

Ver
Cantil

Proveniente do Castelo de Montemor-o-Novo, esta peça tinha a finalidade de permitir o transporte de pequenas quantidades de líquidos, seja água de beber ou vinho. O exemplar encontrado, único encontrado

Ver
Trempe de Oleiro

Trempe, fragmentada em dois dos seus pés, descoberta nas escavações arqueológicas do Castelo de Montemor-o-Novo e produzida em cerâmica comum, apesar da presença de escorrimentos em cerâmica vidrada. Estes utensílios

Ver
Anta Grande da Comenda da Igreja

Nas paisagens de Évora e Montemor-o-Novo é possível encontrar alguns dos mais significativos exemplares do megalitismo ibérico, entre os quais se destacam pela sua monumentalidade, as Antas Grandes do Zambujeiro

Ver
Anta Pequena da Comenda da Igreja

Ensaio de Levantamento fotogramétrico para os monumentos megalíticos do concelho de Montemor-o-Novo. Este monumento megalítico foi construído entre meados do IV e do III milénio a.C.

Ver
Tecto da Sala do Despacho da Misericórdia

Obra mandada executar por D. Fernão Martins de Mascarenhas, provedor da Misericórdia e alcaide-mor da vila de Montemor-o-Novo em 1605. A obra da Casa do Despacho foi terminada um ano

Ver
Nossa Senhora do Carmo

Esta imagem de clara factura barroca é um bom exemplo de alabastro italiano. Trata-se de uma pequena figura devocional para colocar num oratório. O espigão de ferro na base sugere

Ver
Presépio de Estremoz

Os bonecos de Estremoz tal como os conhecemos hoje, terão surgido em data incerta no século XVIII, provavelmente herdeiros de uma prática bastante mais antiga e generalizada a todo o

Ver
Paço dos Alcaides – Pormenor Torreões

O Paço dos Alcaides de Montemor-o-Novo, hoje uma ruína, cuja feição castrense se adivinha pelos restos de muralha e pelas torres que sobreviveram à passagem do tempo foi, durante séculos,

Ver
Paço dos Alcaides – Castelo de Montemor-o-Novo

O Paço dos Alcaides de Montemor-o-Novo, hoje uma ruína, cuja feição castrense se adivinha pelos restos de muralha e pelas torres que sobreviveram à passagem do tempo foi, durante séculos,

Ver
Ponta de Seta

Ensaio de levantamento fotogramétrico 3D aplicado a peças de escala reduzida, neste caso uma ponta de seta proveniente do “Tholos” do Escoural – classificado como sítio de interesse público pela

Ver
Painel Central da Ermida de São Pedro da Ribeira

A Ermida de São Pedro da Ribeira, de suposta fundação tercentista, foi reconstruída no início do século XVI para albergar a irmandade dos Fiéis de Deus, como atesta a lápide

Ver
Lucerna Romana

Esta lucerna romana é de produção tardia, datada do século III a IV d. C., e é caracterizada pelo seu bico redondo pouco saliente da restante peça. Este artefacto não

Ver
Botas de caça do Rei D. Luís

Estas são as botas de caça do Rei D. Luís. Anteriormente à sua incorporação na coleccção do museu do Grupo dos amigos de Montemor, estas encontravam-se no museu do convento

Ver
Frasco de Chá da Dinastia Qing

Este é um frasco de chá em porcelana chinesa da Dinastia Qing, datado do século XVII. Esta nova dinastia demorará alguns anos a dominar todo o território chinês, o que

Ver
Ídolo Pré-histórico

Este é um ídolo cerâmico pré-histórico que se enquadra num universo vasto de objectos “rituais” do sudoeste da península ibérica. Estes ídolos foram produzidos em diversos materiais como osso, o

Ver
Machado votivo de pedra polida

Este é um machado votivo de pedra polida do Neolítico. Encontrado no Castelo de Montemor-o-Novo, este terá feito parte de um conjunto de objectos utilizados em contexto funerário, visto não

Ver
Binóculos de Ópera

O exemplar à guarda do GAMN foi adquirido a um antiquário de Lisboa e oferecido pelo Sr. José dos Santos.Trata-se de um exemplar fabricado em alumínio, metal bastante apreciado no

Ver
São Brás de Sebaste

Segundo a tradição S. Brás foi médico e bispo da cidade de Sebaste (Sivas, actual Turquia) na Arménia entre os sécs. III e IV, tendo inspirado as populações em redor

Ver
Placa de Xisto – Anta do Barrocal das Freiras 3

Proveniente da Anta de Barrocal das Freiras 3, esta placa apresenta contorno antropomórfico, sendo claro o recorte da cabeça e dos ombros. O corpo encontra-se decorado com bandas de triângulos

Ver
Igreja de Santa Maria do Bispo

Situada na zona oeste do Castelo de Montemor-o-Novo, a Igreja de Santa Maria do Bispo ali se terá estabelecido nos inícios do século XIV. A primeira referência documental que a

Ver
Capela de S. Jorge – Igreja de Sta M.ª do Bispo

Situada na zona oeste do Castelo de Montemor-o-Novo, a Igreja de Santa Maria do Bispo ali se terá estabelecido nos inícios do século XIV. A primeira referência documental que a

Ver
Adega – Castelo de Montemor-o-Novo

As estruturas relacionadas com a adega situam-se logo à entrada do Castelo junto à Porta da Vila. No século XIV e muito provavelmente nos séculos seguintes, grande parte das terras

Ver
São Pedro em Alabastro

Esta imagem de S. Pedro é uma das muitas feitas em Inglaterra a partir do chamado Alabastro de Nottigham. O alabastro é ideal para o fabrico de pequenas esculturas, sendo

Ver
Enterramento Coletivo da Gruta do Escoural

Placa com enterramento colectivo de ossos humanos e espólio associado revestidos por manto calcítico, que preservou a associação entre os enterramentos e o espólio. São visíveis duas calotes cranianas, viradas

Ver
Relógio Lanterna Francês

Este relógio lanterna de pêndulo é da autoria do mestre relojoeiro francês Adolphe Mougin. Este foi um relojoeiro de renome e produziu relógios de pêndulo para vários fabricantes de relógios.

Ver
Asado

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Infusa

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Panela

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Panela

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Infusa

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Panela

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Cântaro

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Infusa

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Infusa

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Panela

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Barril

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Infusa

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Talha

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Atanor

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Panela

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Tigela

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Panela

Em completo estado de ruína em meados do século XX, o mosteiro de Santo António de Lisboa em Montemor-o-Novo escondia nas suas abóbadas, antes da sua reconstrução arquitectónica, uma colecção

Ver
Exposição Património. Partilhar o passado, Construir o Futuro

Este modelo 3D representa o projecto tridimensional utilizado para estruturar a proposta de exposição para a Feira da Luz 2016, em Montemor-o-Novo. Excluindo um ou outro elemento multimédia, esta é

Ver
Tijolo com pegada de cão

Peça descoberta durante as escavações arqueológicas no Castelo de Montemor-o-Novo, em contexto do século XVI/XVII, será muito provavelmente o resultado da desatenção do mestre do telheiro com o seu companheiro.

Ver
Jarrinha

Pequeno recipiente destinado a levar à mesa, de Bordo fino. Colo troncocónico invertido com duas asas verticais. Bojo piriforme com base côncava e circular e acabamento a brunido. A cultura

Ver
Gravura de Equídeos | Gruta do Escoural

Descoberta numa tarde de Abril de 1963, após uma explosão de uma pedreira, a Gruta do Escoural revelou-se um sítio incontornável para a história da arqueologia em Portugal. Aquilo que

Ver
Portal Manuelino da Igreja da Misericórdia

Portal manuelino da Igreja da Santa Casa da Misericórdia, em Montemor-o-Novo

Ver
São João de Deus

Nascido na Rua Verde a 8 de Março de 1495 e falecido em Granada a 8 de Março de 1550, com 55 anos, João Cidade dedicou, intensamente, parte da sua

Ver
Enterramento do Neolítico

Peça oriunda da Gruta do Escoural e presente no Museu de Arqueologia do Grupo dos Amigos de Montemor-o-Novo

Ver
Prato em faiança com Cruz de Malta

    Prato com o símbolo da ordem de Malta, em faiança decorada de azul e branco. A Cruz de Malta é uma cruz de oito pontas ligada, como o

Ver
Escavações Arqueológicas – Castelo de Montemor-o-Novo

Em 2003, o município de Montemor-o-Novo dá início a um programa de investigação arqueológica que visava a escavação em área de uma zona junto à torre do Relógio e à

Ver